Como Armazenar Baterias de Lítio-Ion

 

COMO ARMAZENAR BATERIAS DE LÍTIO-ÍON

 

 

 

A bateria de Li-Ion não pode ser descarregada abaixo de 2V/célula por qualquer período de tempo.

Formações químicas de cobre no interior da bateria podem levar a autodescarga elevada ou mesmo curto-circuito. Se recarregadas, as células podem ficar instáveis, causando calor excessivo ou mostrando outras anomalias.

As baterias devem ser armazenadas num nível de carga entre 40 e 50%. Isso evita que a bateria caia abaixo de 2,50V/célula. Com uma carga de 40%, a maior parte das baterias de Li-Ion tem uma tensão em aberto de 3,82V/célula medida à temperatura ambiente.

A figura abaixo mostra a perda de capacidade da bateria Li-Ion em função do tempo de armazenagem.

 

Figura 1 - Perda da capacidade x tempo de armazenagem

 

Armazenamento induz duas formas de perdas: autodescarga que pode ser recuperada com a carga antes do uso e perdas não recuperáveis que diminuem a capacidade permanentemente.

A Tabela 1 ilustra as capacidades remanescentes de baterias à base de lítio e níquel após um período de armazenamento a várias temperaturas.

A bateria de Li-Ion tem maiores perdas se armazenada totalmente carregada em vez de uma carga de 40%.

 

Tabela 1: Capacidade após armazenamento

 

As baterias são frequentemente expostas a temperaturas desfavoráveis, e deixar um telefone celular ou câmera no painel de um carro ou no sol quente são exemplos.  Notebooks ficam quentes quando em uso e isso aumenta a temperatura da bateria. A temperatura elevada também prejudica as baterias à base de chumbo e níquel.

Deve-se descartar uma bateria de Li-Ion se mantida abaixo de 2V/célula por mais de uma semana. Também descartar se a tensão não se recuperar normalmente após o armazenamento.